Lena e Lais – Mãe e Filha

Lena e Lais – Mãe e Filha

Moramos em São Bernardo do Campo/SP. E ambas temos uma vida super corrida e totalmente diferente uma da outra. Descobrimos, no amor pela costura, uma parceria brilhante de trabalho e de companheirismo entre mãe e filha.

Minha filha adorava passar as tardes com a sogra, aprendendo de tudo um pouco, costura, tricô, crochê e etc…

Nosso contato com a costura aconteceu em momentos diferentes. Para minha filha Lais, que sempre trabalhou em grandes empresas, a costura começou a chamar sua atenção pelo trabalho belíssimo e inspirador de sua sogra – Paula Muzeli, que tem uma loja de artesanato espetacular no litoral de São Paulo. Entre passeios e visitas de fim de semana ao litoral, minha filha adorava passar as tardes com a sogra, aprendendo de tudo um pouco, costura, tricô, crochê e etc… Mas, quando retornava a São Paulo, a distância de casa até o trabalho (140km diários) começou a pesar demais o que a tornou um pouco triste e desmotivada por alguns anos. Foi então que decidiu mudar de vida, largou TUDO desse mundo de negócios, e estresses, e passou a desfrutar e aventurar-se no mundo criativo do artesanato!

Minha mãe adorava costurar e usava de tudo para fazer as roupas dos meus 6 irmãos.

Já eu, Lena, desde a infância tive contato com tecidos, retalhos e agulhas. Minha mãe adorava costurar e usava de tudo para fazer as roupas dos meus 5 irmãos. Eu, que sempre gostei de trabalhos manuais, acabei preferindo dedicar minha vida aos meus filhos, marido e minha casa, e esse gostinho artesanal ficou para trás. Às vezes, até tentava resgatá-lo e fazia uma temporada de tricô, aí enjoava, passavam-se alguns anos e começava a fazer pintura… Cansava, e mais uma vez, dava um tempo.. Assim fui fazendo um monte de coisas artesanais, sem muito compromisso, pois a família sempre esteve em primeiro lugar.

Até que um dia, a casa foi ficando vazia, os filhos se casaram, o marido continuou trabalhando e também como a minha filha, fui ficando desmotivada e angustiada. Fiquei assim por alguns anos e me dei conta que não podia mais aceitar aquela situação. Me sentia jovem e ainda podia fazer algo por mim, podia dar a volta por cima e encontrar um sentido, uma ambição, alguma coisa que me animasse e me devolvesse a alegria de viver.

Foi aí que, me vendo “borocochô”, meus filhos me presentearam com uma máquina de costura resgatando todo aquele meu gosto, que já estava esquecido.

Esse presente foi uma benção, por que além de ocupar o meu tempo e de me dar um dinheirinho no fim do mês, me faz sentir a presença de minha mãe, lembrar da infância, do tempo em que vivíamos todos juntos em família numerosa, correndo e brincando felizes.

Queremos retribuir e agradecer a Deus, motivando as pessoas com nosso trabalho, fazendo com que ocupem seu tempo aprendendo coisas novas.

Em 2017, depois de muita prática, muitas aulas e muitos cursos, surgiu a LuArt Ateliê e o projeto Costurando em Família, uma parceria de família, de amor e de paixão pela costura.

Com muita dedicação e trabalho, hoje sinto que estamos construindo uma história de conquistas e realizações. E como já dito, passamos por um período de desmotivação com a vida e agora, depois de descobrir o mundo da costura, queremos retribuir e agradecer a Deus, motivando as pessoas com nosso trabalho, fazendo com que ocupem seu tempo aprendendo coisas novas, tendo ideias criativas, de forma fácil e didática. Podendo inclusive fazer de um hobby, uma renda e uma forma de elevar nossa autoestima!

Por tanto, acredito que, se você chegou até aqui, é porque está se identificando com nossa família :c) Sinta-se à vontade e venha costurar com a gente!

 

Lena dias

 

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.