Tipos de Tesoura!

Olá pessoal! Tudo bem com vocês?

Faz um tempãããão que não aparecemos aqui né? Pois é, mil desculpas. Como a maioria de vocês sabem, além das aulas aqui, trabalhamos com os produtos que fazemos e vendemos na LUART ATELIÊ e nos últimos meses, estava uma loucura de encomendas – Graças a Deus! – mais outros miil projetos e trabalhos apareceram no nosso caminho e com essa vida corrida, nos atrasamos por aqui. Mil desculpas!

A boa notícia é que agora voltamos com tudo e para ficar de vez! 😉

O post de hoje é sobre um material indispensável no nosso ateliê e que merece sim uma atenção mais que especial, A TESOURA!

Você pode estar se perguntando: Ué? Atenção especial pra quê?

Pois bem, na verdade verdadeira, o mundo ideal é termos várias tesouras, uma para cada tipo de material, ou pelo menos, grupos de materiais. Como na costura criativa cortamos muitos tipos de materiais, se usarmos uma única tesoura para cortar tudo, o fio ficará cego muito mais rápido e a tesoura ficará péssima, picotando, desfiando…

Os materiais que mais usamos e que o ideal e termos tesouras exclusivas são:

– Tecido

– Plástico

– Papel

– Manta/ acoplado

– Plástico

– Zíper

– Corino

– Tesoura para pequenos arremates

Mas calma! Não se desespere achando que você TEM que gastar uma fortura em tesouras, rs.

Comece aos poucos, veja a sua real necessidade, o que realmente irá usar e o que cabe no seu bolso!

Afiar tesoura geralmente é quase o preço de uma nova, rs. Por isso o ideal é ter algumas e é só conservar!

 

    

Esperamos que vocês tenham gostado desse post e dessas dicas!  =)

Caso tenham alguma dúvida ou algum comentário sobre esse tema, escrevem para nós! Queremos saber! Até o próximo post!

Beijo grande, Lena e La.

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.








O que é Costura Criativa?

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Estávamos conversando esses dias aqui no ateliê e nos deparamos com uma pergunta simples, mas que não comentamos nem aqui no blog e nem nos nossos vídeos no YouTube.

O QUE É A COSTURA CRIATIVA?

Existem vários tipos de costureiras, ou costureiros, rs. Vamos comentar aqui, um pouquinho de cada segimento desse trabalho e entender o que esses ´artistas’ podem fazer com suas mãos mágicas e talentosas, transformando tecidos e linhas em lindos trabalhos.

Quando ouvimos o termo costura criativa, ela vem de uma série de referências que são mais comuns e mais tradicionais no mundo da costura:

– corte e costura: seguimento que geralmente faz, costura e concerta roupas.

– modelagem, seguimento de quem desenha e cria os moldes das roupas, bolsas, sapatos…

– patchwork: a tradução literal de patchwork é “trabalho com retalho”. É uma técnica usada para juntar retalhos de tecidos, com tamanhos variados e que podem ou não fazer uma imagem ou desenho. Esse trabalho ficou mundialmente conhecido em colchas e mantas de cama e sofá. Hoje, é facilmente encontrado em capas de almofadas, bolsas, painéis.

A Costura Criativa se tornou uma composição de todos esses trabalhos, pois podemos modelar os produtos que iremos costurar e geralmente usamos retalhos de tecidos para fazer uma composição de combinações de cores e estampas.

Na nossa opinião aqui do Costurando em Família, essa é a magia de ser uma costureira artesã. Aprendemos a usar a máquinas de costura e com um pouco de conhecimento dessas técnicas que descrevemos aqui, ao invés de produzir roupas, fazemos ´artesanato´.

A Costura Criativa no ensina a ser muito criativas, detalhistas e econômicas, reaproveitando retalhos de tecidos e materiais. Com muita vontade de aprender e gostando de artesanato, podemos fazer peças maravilhosas.

Nossa dica final é, estudem sobre a costura, os materiais, sempre estejam procurando melhorar o conhecimento de vocês. A Costura Criativa é um caminho infinito de trabalho, lazer e muita paixão!

Esperamos que vocês tenham gostado desse post, ele foi feito com muito carinho para dizer pra vocês o que entendemos quando falamos o que é a costura criativa! Deixem aqui nos comentários o que vocês acham, como vocês entendem, queremos saber!!

Até o próximo post!

Beijo grande, Lena e La.

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.








Margem de costura

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Decidi fazer um post para vocês, falando sobre um assunto simples, mas muito importante para nós que fazemos costura criativa. MARGEM DE COSTURA!

Quando falamos que nos trabalhos de costura criativa não é necessário deixar uma margem muito grande, o correto para quem faz costura criativa é deixar uma margem de 0.50mm (0,5 centímetro).

Na costura de roupas para que se possa ter uma folga, é usado 1 centímetro de margem (100mm).

Essa margem menor na costura criativa, garante um melhor acabamento e evita que seja necessário refilar a peça e erros no molde.

Você pode se perguntar: Ah, mas eu ainda não tenho prática para saber se estou costurando certinho essa medida de margem de costura, como vou saber?

Tem dois jeitos que podem facilitar sua vida.

1)      Você pode riscar no tecido essa margem de 0,5cm e costurar em cima, até estar craque!

2)      Quando você por fazer sua costura criativa, deixe sua agulha sempre posicionada no centro. Isso vai garantir a margem de costura correta! Você consegue regular sua agulha na máquina mesmo. Se ela for digital, programando o número do ponto. Se a máquina for manual, terá um botão semelhante a foto abaixo:

Esperamos que essa dica ajude a facilitar suas costuras! Novos aprendizados, fazem muita diferença no nosso dia a dia. Esperamos que vocês tenham gostado! =)

Caso tenham alguma dúvida ou algum comentário sobre esse tema, escrevem para nós! Queremos saber! Até o próximo post!

Beijo grande, Lena e La.

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.








Marcadores de tecido

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Seguindo as explicações dos itens s que mostramos para vocês no nosso vídeo 18 itens para você montar seu ateliê, hoje vamos falar sobre os vários modelos e tipos de marcadores de tecidos.

Esses marcadores de tecido são usados para fazer indicações de onde precisamos costurar. Pode ser uma margem simples, marcar onde será uma casa de botão, fazer um matelassê ou até mesmo um Quilt.

Se você precisa fazer uma marcação que não será vista depois, como uma margem, você pode usar uma caneta comum ou um lápis macio, porém essa marcação não sairá depois. O exemplo da foto, é o giz e  lápis de alfaiate.

         

Agora, se você vai riscar o seu tecido e não quer que depois da costura esse risco fique visível, você irá precisar dos marcadores fantasmas. São eles nossos melhores amigos: o giz ou a caneta. Elas nos ajudam muito com as marcações e somem com o calor do ferro de passar, como uma mágica!

   

Nos contem aqui o que você usa para fazer usas marcações do tecido e o que achou dessa super dica!

Beijo grande, Lena e La.

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.








Base de corte, régua e cortador circular – COMO ESCOLHER?

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Decidi fazer alguns posts detalhando mais os itens que mostramos para vocês no nosso vídeo 18 itens para você montar seu ateliê.

Sabe por que? Porque assim você terá mais informações e poderá aprender mais! =)

Vamos lá, nesse post, vou explicar um pouquinho mais sobre 3 ferramentas que serão usadas em conjunto e que também terão um vídeo específico lá no nosso canal:

• Base de corte

• Réguas quadriculada de acrílico

• Cortador circular ou tesoura circular

Esses 3 materiais, usamos para fazer cortes precisos e medidos. Podemos cortar tecidos, plásticos, nylons, mantas, acoplados, zípers, papel…

Algumas dicas importantes para vocês comprarem e usarem da melhor forma esses 3 materiais:

• Base de corte

Uma boa base de corte precisa ter 3 camadas, como na foto abaixo:

Por que 3 camadas? Porque a durabilidade dela será maior, ao cortar (seja com o cortador ou estilete), a placa irá se regenerar! Simmmm!! O corte some! É claro que esse milagre não irá durar para sempre, rs, mas te garanto que sua placa terá uma vida útil muito maior!

Sobre o tamanho da placa, existem várias medidas também. Uma placa de 45cm X 60cm é uma medida boa, tanto para você cortar trabalhos pequenos como grandes (por exemplo, uma mochila). Essa escolha vai depender também do seu bolso $$ tá?

• Réguas quadriculada de acrílico

As réguas também têm inúmeros modelos, medidas e preços.

Opte por comprar uma régua de acrílico. Elas serão mais resistentes, caso a lâmina do cortador passe por cima ou mesmo na borda.

Uma régua que acompanhe a medida da sua placa, será melhor aproveitada, pois evitará que no momento do corte, você precise movimentá-la. Uma medida boa é 60cm X 15cm.

• Cortador circular ou tesoura circular

O cortador ou tesoura circular é uma ferramenta que tem uma lâmina circular, onde usamos para cortar (tecidos, plásticos, nylons, mantas, acoplados, zípers, papel…) usando como guia a régua e tudo isso sobre a placa.

Há cortadores de diversos tamanhos também: 60mm, 45mm, 28mm. Essas medidas irão impactar na vida útil da lâmina e na facilidade de se cortar poucas ou muitas camadas de tecidos e mantas, por exemplo.

O ideal é ter 2 cortadores. Um somente para tecido e um segundo para demais materiais – manta, zíper, acoplado, plástico. De tempos e tempos, a lâmina precisa ser trocada, você saberá quanto, ao sentir dificuldade no corte.

Enfim, o material ficou um pouco grande, mas espero que você tire o máximo de proveito possível dele. São informações importantes para que está iniciando desse mundo de aventura das costuras!

Caso tenham alguma dúvida ou algum comentário sobre esse tema, escrevem para nós! Queremos saber! Até o próximo post!

Beijo grande, Lena e La.

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.








Erros comuns que cometemos com a máquina de costura

Olá pessoal! Vocês viram o nosso vídeo lá no nosso canal do youtube, explicando como usar nossa máquina de costura? É um passo a passo básico, mas super útil para que acabou de comprar ou ganhar uma máquina e ainda está um pouco perdido.

Pensando naquele vídeo, resolvemos fazer um post aqui falando dos erros que cometemos ao usar nossa máquina.  É inevitável cometer erros! As vezes por falta de conhecimento ou mesmo pressa ode costurar. É fácil esquecer – ou simplesmente não perceber – todos as pequenos detalhes que

podem fazer com que a nossa máquina se revolte contra nós, caso não sejamos cuidadosos.

Listamos aqui, alguns desses probleminhas. A boa notícia é que eles são super fáceis de resolver! =)

1) A linha escapa da agulha no momento da costura

– Em primeiro lugar, certifique-se de ter alguns centímetros de linha puxados pela agulha e para trás da máquina antes de começar.
– Em segundo lugar, verifique se a agulha está na posição mais alta antes de começar a costurar.
Como você pode saber se sua agulha está totalmente levantada? Verifique se você consegue ver o gancho de prata – ou a alavanca de engate – na parte superior de sua máquina.
Se você não conseguir, simplesmente gire o volante em sua direção até que ele apareça (ou pressione o botão para cima se o seu equipamento tiver um).

2) O tecido está balançando como um louco

Abaixe seu calcador! O calcador mantém o tecido no lugar para que você possa costurar com perfeição, e não com estilo livre.

3) A costura está desigual, com os fios repuxados ou folgados demais

Se a costura parecer amarrotada de um lado e apertada no outro, sua primeira reação pode ser responsabilizar a configuração de tensão do fio em sua máquina.
Às vezes pode ser isso mesmo, tente ajustar o disco de tensão e teste o processo em um pedaço de tecido até que a costura pareça uniforme em ambos os lados do tecido. No entanto, muitas vezes, não é o botão de tensão que precisa ser alterado. É a maneira como você colocou a bobina, o que também afeta a tensão.

Retire sua bobina da caixa de bobina da máquina e verifique se você a colocou do lado correto – geralmente com a linha desenroscando no sentido anti-horário, mas verifique o manual da sua máquina caso seja diferente – e que a linha seja puxada pelas ranhuras da bobina caso.

4) Sua costura continua com o fio puxado

Novamente, isso pode significar que é preciso ajustar o botão de tensão, mas, antes de fazer isso, verifique se o fio de seu carretel não está preso nos pequenos discos de tensão de prata na parte superior da máquina. Você teria colocado o fio aqui antes para enrolar a bobina, mas quando você enfiar a linha na máquina, você precisa tirá-la, caso contrário, ela cria muita tensão no carretel – e, portanto, pontos super apertados.

5) Os fios da bobina e do carretel estão presos, travando a costura

Este é outro problema muito comum. Às vezes, os fios ficam presos dentro da caixa de bobina, forçando a vocês arrancá-los ou até mesmo desenroscar a chapa da agulha para retirá-los.
– Em primeiro lugar, antes de começar a costurar, verifique se as linhas do carretel e da bobina estão saindo em direção à parte traseira da máquina – caso contrário, elas podem ficar torcidas na costura.
– Em segundo lugar, comece a costurar alguns milímetros em vez de na borda do tecido (em seguida, volte um pouco para que você não deixe nenhum pedacinho do tecido sem costura).

Se não houver tecido suficiente embaixo da agulha quando você começar a costurar, a linha do carretel ficará emaranhada com a linha da bobina por baixo e causará nós. Às vezes, a agulha empurra a borda do tecido para a parte inferior da máquina para juntá-las em uma grande bagunça desajeitada.
Pela mesma razão, quando estiver terminando a costura no final de um pedaço de tecido, deixe alguns milímetros antes da borda (e depois costuro a ponta para não deixar nenhum buraco) – caso contrário, se você costura o final e, em seguida, tenta voltar atrás no final, seus fios ficarão emaranhados.

A dica mais importante é: LEIA O MANUAL DA SUA MÁQUINA! Ou então, assista aos tantos vídeos disponíveis no YouTube sobre como usar a máquina, mesmos as mais antigas, tem muitos vídeos que irão te ajudar e muito!

Esperamos que vocês tenham achado útil esse material!

Existe algum erro que você cometeu quando começou a costura que você queira compartilhar com agente? Deixe suas próprias dicas nos comentários!

PS: Ahh e se você ainda não tem sua máquina ou esta pensando em comprar uma nova, não deixe de conferir nosso post sobre “Escolhendo uma máquina de costura” com certeza ele te ajudará logo nos primeiros passos.

Beijo grande, Lena e La.

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.








Escolhendo uma máquina de costura

Uma das perguntas mais comuns que ouvimos nesse mundão de costura é:

“Qual máquina de costura devo comprar?”

Se você está comprando sua primeira máquina de costura, saiba que a quantidade de marcas e modelos é infinita, mas não se desespere, vamos falar das nossas experiências com 3 marcas, JanomeSinger e Brother. Todas nos atenderam super bem, e aguentaram costuras que consideramos robustas como bolsas.

Dicas

  1. Veja o que cabe no seu orçamento. Os preços também são muito variados, pois existem máquinas manuais e digitais que os preços são bem diferentes.
  2. Leve em conta também o quanto que você acha que usará essa máquina, se será somente para um passa tempo – poderá ser uma máquina usada e em bom estado – ou uma ferramenta de trabalho – nova e cheia de funções.
  3.  As máquinas de costura manuais tendem a ter um número limitado de funções e pontos, mas isso é bom porque são mais fáceis de manusear e mais em conta.
  4. Se você tem um espaço dedicado para a costura ou se você está costurando na mesa da cozinha e precisa arrumar tudo na hora do almoço. Na maioria das vezes, o último cenário é o mais provável, o que vai te ajudar na escolha de uma máquina mais leve e fácil de transportar.

Agora, se o plano é fazer da costura o seu trabalho, uma máquina com mais funcionalidades te ajudará com a agilidade que muitas vezes nosso trabalho exige. Trabalhos com tecidos mais espessos ou várias camadas de tecido, são melhores quanto feitos em máquinas manuais, pois eles têm maior poder de penetração da agulha.

Por fim, você pode querer funcionalidades que facilitam a vida na costura, como um cortador de linha automático e uma variedade imensa de pontos decorativos, o que vai enriquecer ainda mais a qualidade e capricho do seu trabalho.

Só para deixar claro, não estamos fazendo propaganda tá? É só o nosso depoimento como artesãs costureiras.

Talvez você ainda não tenha a sua máquina dos sonhos, mas pense que podemos fazer mágica com as ferramentas que temos, basta um pouco de criatividade e muita vontade!

Recapitulando: pesquisem preço, funcionalidades e para que você sua tão sonhada máquina. Depoimentos de quem já usa a máquina são importantes, mas a escolha de uma máquina de costura é de preferência pessoal, então não existe realmente qual é a “melhor”.

PS: Ahh e se você já escolheu sua máquina, não deixe de conferir nosso post sobre “Erros comuns que cometemos com a máquina de costura” com certeza ele te ajudará logo nos primeiros passos.

Nos contem aqui nos comentários sua história de amor – ou drama kkk – na escolha da sua máquina! Vamos trocar figurinhas sobre um tema tãooooo polêmico.

Beijo grande, Lu e La.

Inscreva-se JÁ!
E acompanhe nossas aulas SUPER DIDÁTICAS e DIVERTIDAS.